Dicionário da língua dos filhos


Dicionário da língua dos filhos:

1. Quando um filho diz «Já vou», significa que não está a pensar ir, pelo menos num futuro próximo;

2. Quando um filho diz «'Tou a ir», significa que está a ir, sim, mas muito devagar, muito devagarinho;

3. Quando um filho diz «Vou ali, mas não demoro», significa exatamente que vai demorar;

4. Quando um filho pergunta «Onde estão as minhas calças?», não quer saber onde estão, mas que a mãe ou o pai as vão buscar;

5. Quando um filho diz «Vou estudar com o Pedro em casa dele», não sabemos muito bem o que quer dizer, a não ser que o Pedro também está a dizer à mãe dele que vem estudar com o nosso filho;

6. Quando um filho diz «O teste correu mal a toda a gente», não é para se queixar, é para que os pais não se queixem de que ele não estudou;

7. Quando um filho diz «Deixa, não vale a pena levar tanta comida», significa apenas que está a rezar para que a mãe não lhe pergunte pelos tupperware que levou da última vez; 

8. Quando um filho diz «Deixa estar, eu vou a pé», quer dizer que tem medo que a mãe o encha de beijos à porta da escola;

9. Quando um filho diz «Mas a mãe da Maria deixa», quer dizer que não lhe fazemos a vontade e quer dizer também que não vamos fazer, porque não somos a mãe da Maria;

10. Quando um filho pergunta «Estás ocupada?», é porque precisa de ajuda e porque a primeira pessoa em quem o seu coração pensou foi a mãe. 

Texto de Elisabete Bárbara #ladoalado

Ilustração em pinterest.com