Pediatra explica: as birras são normais e o importante é não perder a cabeça

17/09/2021

Neste filme, a médica Mariana Capela, pediatra no Hospital Lusíadas Porto, fala-nos de birras que afinal são normais no desenvolvimento das crianças e por isso é importante os pais não perderem a paciência.

As birras são mais frequentes entre os dois e os quatro anos e devem-se à incapacidade das crianças em lidar com os seus sentimentos e em expressar a sua vontade.

A médica pediatra destaca três regras

- É importante que as crianças aprendam as regras da família, nomeadamente o horário das refeições e a hora de dormir; não deixar que a criança levante a mão aos pais, entre outras. Quando a criança não cumpre e se desencadeia uma birra, é fundamental que os pais não cedam às regras que consideram fundamentais.

- Dar tempo e afeto à criança. Todas as crianças precisam de aprender a lidar com a sua birra e às vezes é preciso deixá-las chorar para expressar os seus sentimentos.

- Evitar os castigos. As ameaças são uma forma rápida de resolver a situação mas habitualmente não são a melhor forma e a longo prazo são contraproducentes.

Mais uma vez, a pediatra Mariana Capela aconselha muita paciência e afeto com os filhos.

Ensine-os a crescer de forma saudável.