Parque Nascente decorado com peças solidárias

17-10-2019

Os utentes da AADID juntaram-se ao Parque Nascente para decorar o centro comercial com peças artísticas, criadas com materiais reciclados.

Na próxima visita ao Parque Nascente, gerido pelo grupo Klépierre em Portugal, os clientes vão ser surpreendidos com uma explosão de cores que alegram os corredores do centro comercial. No âmbito do projeto de solidariedade Mãos Com Vida, o Parque Nascente desafiou os jovens utentes da AADID (Associação dos Amigos das Deficiências Intelectuais e Desenvolvimentais) a criarem peças de arte únicas, produzidas através de materiais reutilizados. Os elementos de decoração estarão em exposição no centro comercial até ao final do mês de outubro e, posteriormente, serão vendidos num leilão solidário.

A iniciativa Mãos Com Vida insere-se na vertente de responsabilidade social do Parque Nascente, que tem como objetivo promover o bem-estar da comunidade local. Este ano, o centro comercial ajuda a AADID, uma associação local que tem como missão a integração social das pessoas com deficiência. Através da expressão plástica e artística, a instituição promove o desenvolvimento criativo, intelectual e motor dos utentes e o Parque Nascente vem dar uma nova vida às suas criações únicas.

O desafio foi lançado e os resultados foram incríveis! Os jovens da AADID desenvolveram peças de arte plástica, inspiradas em diversos elementos da natureza, que estão em exposição para trazer emoção aos corredores do Parque Nascente e inspirar os visitantes.

Se ainda não visitou o centro comercial, não deixe escapar a oportunidade para ver estas verdadeiras obras de arte que vão estar expostas até ao final do mês de outubro. Árvores, folhas e pássaros são algumas das recreações artísticas que os utentes da associação criaram com as suas próprias mãos, à base de materiais reciclados, como o cartão e o plástico. A pedido de muitos visitantes do centro comercial, estas peças serão ainda vendidas num leilão solidário, cujos fins lucrativos revertem na totalidade para a AADID.
Vamos manter esta Mãos Com (mais) Vida do que nunca no Parque Nascente!