O terramoto de 1755 contado aos miúdos

01-11-2019

A iniciativa chama-se "O dia em que a terra tremeu" e divide-se em duas actividades que acontecem durante os dias 1 e 2 de novembro.

O grande terramoto de 1755 aconteceu num fatídico dia 1 de novembro, deixando marcas na cidade que ainda hoje são visíveis, por exemplo, na estrutura do antigo Convento do Carmo, convertido em museu em 1864, pela Associação dos Arqueólogos Portugueses.

Apesar do tema ser um pouco pesado, as duas actividades prometem momentos divertidos.

  • A actividade "O grande tremelique de Lisboa" (1 e 2 de novembro, às 11h30) é para fazer em família (um adulto e uma criança entre os oito e os 12 anos) e consiste num jogo onde os conhecimentos dos participantes sobre o terramoto (e terramotos em geral) são postos à prova.
  • Se preferir uma visita temática, para maiores de 16 anos, inscreva-se n' "As ruínas do Carmo e o terramoto de 1755" (1 e 2 de novembro, às 15h30) para ficar a saber tudo o que aconteceu à antiga Igreja do Carmo - será que caiu mesmo o Carmo e a Trindade?

Ambas as actividades têm entrada gratuita, mas é necessária inscrição para servicoeducativo@arqueologos.pt, com indicação de nome, telefone e actividade em que se deseja inscrever.