O Hotel do futuro já abriu no Porto

29/05/2021

O novo alojamento com smart beds e a primeira unidade da Yotel na Península Ibérica, foi inaugurada esta sexta-feira, 28 de maio.

No futuro, muitos hotéis deverão ser assim. Mais inteligentes, mais automatizados - e, em caso de pandemia, até mais seguros.

A ideia que trouxe agora ao Porto um "smart" hotel teve origem na cabeça do fundador da marca YO!, a mesma das cadeias de sushi. Simon Woodroffe ter-se-á inspirado nas viagens de avião de primeira classe para levar para a hotelaria aquele ambiente e "linguagem" de uma cabine de luxo. E assim nasceram os Yotel.

A abertura do primeiro Yotel da Península Ibérica no Porto era aguardada com grande suspense. Esta notícia recebe atenção desde 2018. A chegada do grupo ao território nacional - a unidade vai ficar situada na Rua de Gonçalo Cristóvão, numa perpendicular à famosa rua de Santa Catarina - representou um investimento de 30 milhões de euros.

Enquanto marca que prima pela tecnologia, a Yotel explica que este se distingue dos outros hotéis pela "inovação e modernidade". Na prática, isso traduz-se na inclusão de sistemas de wifi gratuitos, acesso a pontos de recarga nos quartos e espaços públicos, entrada sem chave e um check-in mais rápido em quiosques self-service, entre outras particularidades. A cadeia diz que trabalhou durante este último ano para melhorar a sua tecnologia, um dos seus principais fatores de diferenciação, bem como implementar medidas de segurança, de modo a assegurar uma estada segura e simplificada -um conceito a que chama de seamlessbsafe.