Ben & Jerry’s vai pagar mais pelos grãos de cacau para ajudar a acabar com a escravatura

24/08/2022

A Ben & Jerry's quer ser mais transparente e justa na produção dos seus produtos. Para tal, criou uma parceria com a marca holandesa de chocolates Tony's Chocolonely, como forma de alertar a indústria e os consumidores para o problema da escravatura moderna e do trabalho infantil.

A cooperação entre as marcas significa também que a Ben & Jerry's, detida pela Unilever, vai passar a adoptar os princípios da insígnia holandesa, que têm como objectivo melhorar as condições de trabalho dos agricultores ao pagarem mais pelos grãos de cacau.

Desta forma, a Ben & Jerry's vai passar a comprar o cacau directamente a oito cooperativas da Costa do Marfim, na zona Ocidental de África, que lhe permite saber quem são os agricultores que produzem esta matéria-prima, assim como analisar as circunstâncias sociais e ambientais da produção.

E para assinalar a parceria, ambas as marcas vão lançar novidades no início do próximo ano. A Ben & Jerry's apresenta o sabor Chocolatey Love A-Fair, criado a partir da tablete de chocolate da Tony's Chocolonely de caramelo salgado. Por sua vez, a marca holandesa revela duas novas tabletes, inspiradas nos gelados de Cheesecake de Morango e Chocolate Fudge Brownie da insígnia da Unilever.