Não sabe andar de bicicleta? Há aulas para si

21-01-2020

A mobilidade sustentável é a aposta da Cofidis, que assinou um novo protocolo com a Federação Portuguesa de Ciclismo, no qual procura ensinar crianças e adultos a andar de bicicleta. 

Num mundo cada vez mais a caminhar para alternativas recicláveis e sustentáveis, nunca o ciclismo fez tanto sentido como agora, não só em termos de modalidade desportiva, mas também de modo de vida. Para Delmino Pereira, Presidente da Federação Portuguesa de Ciclismo, a Volta ao Algarve já é mais do que uma mera prova desportiva. É uma forma de promover a mobilidade activa sustentável junto dos portugueses.

E é nessa nova visão do ciclismo que a Cofidis, enquanto empresa que procura melhorar a qualidade de vida das pessoas, assinou um novo protocolo com a Federação Portuguesa de Ciclismo. "Volta ao Algarve Cofidis" é agora o nome da 46.ª edição de uma das provas mais emblemáticas desta modalidade em Portugal, e que decorre entre 19 e 23 de Fevereiro. A novidade, este ano, é a aposta do ciclismo enquanto modalidade que tem um impacto positivo na sociedade. E se usa como desculpa o facto de não saber andar de bicicleta, já não vai ter motivos para tal.

A mobilidade para um mundo melhor

"A nossa associação ao ciclismo já tem anos. Para a Cofidis, esta parceria é natural, porque temos uma história no ciclismo e uma equipa que faz agora 24 anos. Este ano, vamos também regressar à primeira divisão na competição, e fazia sentido esta união com a prova que traz a Portugal os melhores ciclistas e, desta forma, cimentar o nosso papel enquanto empresa que tem um sentido de marca "de pessoas para pessoas", explicou Sébastien Haquette, diretor-geral da Cofidis Portugal.

Estamos a caminhar para a construção de um mundo mais sustentável, e há uma urgência em colocar as pessoas a fazer mais desporto e a moverem-se nas cidades de bicicleta. Para a Cofidis, este é um meio de transporte de excelência para a promoção de um mundo mais limpo e activo, mas há também a noção da falta de tempo das famílias para promover a formação das crianças nesta modalidade. "Num mundo em que todos apostam na mobilidade reciclável e sustentável, não saber andar de bicicleta é impensável. E é aqui que queremos ter um papel activo e de responsabilidade", explica o responsável. Porque não se podem criar novos hábitos se não se mudam comportamentos.

Mais de 50% das crianças não sabe andar de bicicleta

Lembra-se quando é que aprendeu a pedalar? Provavelmente em criança. Mas, segundo um estudo promovido pela Federação Portuguesa de Ciclismo, na região de Lisboa e Vale do Tejo, 20% a 25% dos alunos do primeiro ciclo admitiu não saber pedalar. Mas, na verdade, mais de 50% dos alunos que participaram no rastreio prático para avaliar as suas capacidades não sabia andar de bicicleta. Números interessantes são os 86% que declarou vontade em aprender.

Estes dados serviram de motor para o projecto "O Ciclismo Vai à Escola", ao qual a Cofidis se associou e que vai promover o ensino da modalidade a crianças e jovens, não só nas escolas do território nacional, mas também em eventos direccionados para adultos e promovidos pela Federação Portuguesa de Ciclismo, pelas Câmaras Municipais ou outras entidades promotoras da saúde. Durante a Volta ao Algarve, "O Ciclismo Vai à Escola" vai estar presente nas três primeiras etapas - em Portimão, Sagres e Faro -, e convida as escolas dos municípios a juntarem-se à competição e a levar os alunos a pedalar nas gincanas.

Estes projectos marcam o início de uma nova etapa no Grupo Cofidis em Portugal, que visa criar experiências que contribuam para o bem-estar dos portugueses e que tenham impacto positivo nas suas vidas. O primeiro curso que vai ensinar colaboradores e clientes da Cofidis, mas também qualquer pessoa que queira participar, vai ter lugar no Complexo Desportivo do Jamor nos dias 25 de Janeiro e 1 de Fevereiro.

Se não sabe andar de bicicleta e tem vergonha de assumir ou se quer levar os seus filhos a aprender, serão os técnicos especializados da Federação Portuguesa de Ciclismo a dar estas aulas no Jamor. Quem melhor para ensinar?

Para mais informações sobre as inscrições, visite o site da Cofidis