Continente e SPV ajudam a reciclar com nova iconografia

13-02-2020

O Continente, em conjunto com a Sociedade Ponto Verde (SPV), está a colocar em todas as suas embalagens de marca própria um conjunto de instruções precisas que explicam como se deve reciclar cada produto, além da indicação em ecoponto cada embalagem deve ser colocada. Dividir frasco e tampa, espalmar as embalagens ou escorrer as garrafas dos iogurtes líquidos são algumas das indicações simples que passam a estar presentes nos produtos.

Esta iniciativa acontece na mesma semana em que a Sonae MC assinou o Pacto Português para os Plásticos e tem como objetivo ajudar os clientes a fazer a preparação e a separação das embalagens, aumentando a taxa de reciclagem em Portugal.

O Continente avança com esta medida tendo não só em vista a comunicação e sensibilização para a importância do ato de reciclagem, mas sobretudo incentivar cada consumidor a adotar comportamentos mais amigos do ambiente.

Para Ana Alves, diretora de Marcas Próprias da Sonae MC, "ainda são mais as embalagens de plástico que vão parar a aterro do que as que vão para o ecoponto. Existem muitas dúvidas em relação ao processo da reciclagem e à separação dos vários componentes, e as embalagens são um meio privilegiado para esclarecer as questões que temos no exato momento em que estas surgem. Queremos ajudar os nossos clientes a reciclar mais e melhor e, por isso, somos uma vez mais pioneiros na comunicação de boas práticas nas nossas embalagens, tal como fizemos com a introdução do Semáforo Nutricional há mais de 10 anos".

Refira-se que a companhia assumiu publicamente, no ano passado, o compromisso de tornar todas as embalagens de produtos Continente recicláveis, reutilizáveis ou compostáveis até 2025.

A área de negócio de retalho no universo Sonae está, por isso, a trabalhar na eliminação dos plásticos considerados problemáticos, a aumentar os níveis de plástico reciclado incorporado e a garantir a reciclabilidade efetiva das suas embalagens.

Com esta medida a Sonae quer garantir que, "além de serem recicláveis, as suas embalagens são, efetivamente, recicladas". Assim, estão agora a chegar às lojas os primeiros produtos com a nova iconografia e a marca prevê que, ao fim de dois anos, já os consiga encontrar em todas as embalagens das prateleiras.