Coliseu de Roma recebe um piso novo para usar a arena onde os gladiadores lutavam

05/05/2021

Quando a obra estiver completa, vai ser possível ter a mesma visão que os gladiadores tinham quando entrava na mítica arena. O chão retráctil de madeira permitirá visitas e uma experiência mais próxima do que nunca do cenário original do monumento. 

O plano era há muito esperado e falado, o concurso público já tinha até sido lançado. Agora, a obra vai mesmo avançar. O Coliseu de Roma, um dos mais famosos monumentos do mundo, vai ter um novo piso retráctil, para que pessoas possam estar no centro de tudo, onde em tempos antigos os gladiadores lutavam. O novo espaço poderá também receber eventos.

O governo italiano anunciou no domingo, 2 de maio, o projeto de construção do piso retráctil de madeira, cuja obra foi ganha pela empresa italiana de engenharia Milan Ingegneria.

No total, a intervenção deverá demorar quase dois anos, estando pronta em 2023, e custar cerca de 18 milhões de euros, avança a "BBC". O Coliseu de Roma não tem piso desde o século 19, quando os arqueólogos expuseram a rede subterrânea de túneis onde os gladiadores e animais eram mantidos antes do início dos sangrentos desportos romanos.

Por vezes era colocada uma ponte de madeira, para os turistas passarem, mas com este piso total os visitantes terão toda uma nova perspetiva do Coliseu e dos seus mais de dois mil anos de história, até porque o resultado final ficará mais próximo do que nunca da imagem original do monumento.

Sendo retráctil o piso, os túneis e galerias estarão protegidos e poderão ser novamente expostos sempre que as entidades assim o desejarem.