Bebés bilingues são mais rápidos

06-03-2020

Segundo um novo estudo realizado pela Universidade britânica Anglia Ruskin, bebés nascidos em lares bilingues mudam com mais rapidez e frequência o foco da sua atenção do que bebés oriundos de lares onde apenas é falado um idioma.

A pesquisa assentou no rastreamento ocular de 102 bebés, de sete a nove meses, que estudou os efeitos do crescimento, originados pela audição de dois idiomas distintos. Eram mostradas às crianças duas imagens para avaliar o foco de atenção. 

A experiência mostrou que os bebés bilingues mudavam o foco de uma imagem para a outra com maior rapidez e frequência do que os bebés detentores de um só idioma.

Como tal, a pesquisa, publicada na revista Royal Society Open Science, sugere que os bebés bilingues podem explorar mais o ambiente que os rodeia e serem mais rápidos a alterar o seu foco de atenção.

O principal responsável do estudo, Dean D'Souza, professor de psicologia da Universidade Anglia Ruskin esclarece que "os ambientes bilingues podem ser mais variáveis ​​e imprevisíveis que os ambientes monolingues - e, portanto, mais desafiadores para aprender". Sabemos que os bebés podem aprender facilmente vários idiomas, portanto, queríamos investigar a forma como as crianças gerem esta capacidade. A nossa pesquisa indica que os bebés de lares bilingues se adaptam ao seu ambiente mais complexo, recolhendo informações adicionais".

Perante estes resultados, a investigação está agora concentrada em saber se esta mudança de foco de atenção mais rápida e frequente tem efeitos ao longo do tempo ao nível do desenvolvimento, como por exemplo afectar o comportamento destas crianças na idade adulta.