Piolhos: Só de ler dá comichão!

17/06/2022

Os piolhos da cabeça são um problema muito comum, especialmente para crianças. Não são perigosos, não são portadores de doenças e não são um sinal de má higiene. No entanto, são contagiosos, irritantes, frustrantes, embaraçosos e podem, por vezes, ser difíceis de eliminar. Quando a sua família tem piolhos e quer ver-se livre deles rapidamente, saber quais são os factos pode ajudá-lo na procura de sinais e sintomas, na identificação de tratamentos e na futura prevenção de piolhos.

Como se propagam os piolhos?

Os piolhos da cabeça não têm asas ou pernas saltadoras, por isso não podem saltar ou voar - mas rastejam a velocidades excepcionais e podem oscilar de cabelo para cabelo! É assim que os piolhos são geralmente transferidos, rastejando de uma cabeça para outra.

Os piolhos também viajam em acessórios de cabelo ou cachecóis, chapéus, escovas e pentes, pelo que, quando são partilhados, podem ser transferidos para um novo couro cabeludo. Note-se que os animais de estimação não podem apanhar piolhos da cabeça e passá-los às pessoas ou vice-versa!

Como verificar a existência de piolhos?

Deve verificar regularmente o couro cabeludo do seu filho à procura de sinais de piolhos ou lêndeas - a verificação precoce reduzirá o problema dos piolhos e infecções por picadas de piolhos. Os controlos semanais durante a época de regresso às aulas são sensatos, e esta rotina de prevenção é - na verdade - a melhor forma de garantir que a infestação se alastre rapidamente.

Dica de especialista: Verifique a base do pescoço e atrás das orelhas - os piolhos correm frequentemente primeiro para estas áreas.

Muitas vezes as lêndeas (ovos dos piolhos) são confundidas com caspa e nem sempre é fácil fazer um diagnóstico. Se prefere ter certeza, visite uma clínica especializada em

eliminação de piolhos e lêndeas. Na piolho PoP, no Porto, os diagnósticos são gratuitos, realizados por profissionais e assim poderá ficar mais descansada.

Marque aqui o seu diagnóstico e inspeção gratuitamente.

São mesmo piolhos! E agora?

Caso verifique a existência dos bichinhos, é hora de atuar. O ciclo de reprodução do piolho é muito rápido: Um piolho deposita 8 a 12 ovos por dia - são as conhecidas lêndeas. Ao fim de 7 a 10 dias nascem novos piolhos, que ao fim de cerca de 3 semanas atingem a idade adulta e podem então depositar mais ovos. Então é melhor não deixar passar muito tempo!

Shampoos e loções: valem a pena?

Existem no mercado várias soluções químicas, facilmente obtidas em farmácias ou supermercados. Shampoos ou loções que prometem exterminar a infestação. Embora os resultados possam ser atingidos, a verdade é que há todo um trabalho que tem que ser feito manualmente para que se possa retirar as lêndeas e piolhos que ficam mortos agarrados no cabelo.

Por outro lado, especialistas começam a falar dos "super piolhos", referindo-se à resistência que estes bichinhos têm ganho a estes produtos ao longo dos anos.

Finalmente, e não menos importante, estes produtos são geralmente compostos por ativos químicos que podem provocar reações alérgicas no couro cabeludo.

Clínicas de Eliminação de Piolhos e Lêndeas

O tempo, o desgaste, a falta de eficácia e os efeitos dos shampoos tradicionais que têm - em alguns casos - pesticidas na sua composição, levaram à procura de uma alternativa mais eficaz, profissional e sem aplicação de químicos.

Assim nasceu a piolho POP, onde especialistas em pediculose lidam com naturalidade e respondem de forma natural e orgânica a surtos de piolhos. A verdade é que piolhos, simplesmente, acontecem. Em qualquer cabeça. Por isso, esta clínica montou um método natural que em 90 minutos resolve o problema, numa experiência simples e descomplicada.

O método piolho POP é simples: combinação da tecnologia de um equipamento de sucção profissional com a dedicação das técnicas de pediculose que vão cuidar de cada fio de cabelo. O tratamento é indolor, sem contraindicações (pode ser aplicado em crianças pequeninas e grávidas) e com garantia de 10 dias. Isto significa que o tratamento é feito e 10 dias mais tarde regressa à clínica para garantir que o ciclo foi realmente interrompido.

Conheça o passo a passo deste método em piolhopop.com e descubra como pôr fim a uma infestação em 60 minutos, sem dor e sem produtos químicos.

E depois da infestação, que cuidados devo ter?

Lembre-se sempre que todos os membros da família devem ser inspecionados. Não deixe marcar diagnósticos para os irmãos, pais e família próxima.

Avisar a escola também permite que os educadores das outras crianças sejam avisados e quanto mais rápido detectarem a situação, melhor para todos.

Em casa, não se esqueça de lavar lençóis, almofadas a 60º (se não puder, guarde-as num saco plástico durante 15 dias). Desinfecte pentes e acessórios de cabelo também e aplique um repelente têxtil nas cadeirinhas do carro ou outros tecidos que não puder lavar imediatamente. E o mais importante - inspecione também regularmente as cabecinhas dos mais pequenos!

Deixe os piolhos com profissionais!

Sempre que tiver dúvidas quanto a uma infestação ou qualquer questão sobre higienização de espaços e objectos, não deixe de contactar profissionais. O conhecimento, aliado às ferramentas e tecnologias certas, permitem ultrapassar estas situações de forma tranquila e segura para todos.

Para mais informações:

--

piolho PoP

Centro de Eliminação de Piolhos e Lêndeas

910102670

piolhopop.porto@gmail.com

www.piolhopop.com

Shopping Brasília (Porto) - Piso 0 | Loja 106