Recipientes de take away: qual o lugar de cada um na hora de reciclar?

25/03/2022

Matar saudades de um prato do restaurante favorito, procurar uma refeição rápida ou mesmo a falta de tempo para cozinhar são alguns dos motivos que levam cada vez mais pessoas a optar por encomendar refeições ou ir buscá-las a um pronto a comer. Mas, e depois o que se faz com as embalagens?

Potes de sopa, tigelas com tampa fixa, recipientes de alumínio, caixas de papel, o que cabe e o que fica de fora dos ecopontos? A resposta irá sempre depender do tipo de material de que são feitas as embalagens.

Se as caixas forem de papel ou cartão, estas não poderão ir para o ecoponto azul, pois a gordura e sujidade dos alimentos inviabiliza o processo de reciclagem deste material. Os talheres de plástico devem ser também encaminhados para o lixo comum.

Já as embalagens de alumínio, geralmente utilizadas para a venda de grelhados ou assados, podem ser colocadas no ecoponto amarelo, mesmo que contenham gordura. Quanto à tampa de papel, certifique-se de que esta não tem sujidade ou que não é plastificada antes de a colocar no ecoponto azul.

No caso de ter ido levantar a sua refeição a um local de pronto a comer e tenha trazido para casa potes de sopa, caixas ou bandejas em plástico, saiba que pode colocá-las no ecoponto amarelo depois de escorridas.

No que toca aos sacos de transporte da sua refeição, caso a encomenda tenha chegado num saco de plástico, este pode ser colocado no ecoponto amarelo ou pode guardá-lo e reutilizá-lo mais vezes antes de o descartar. Se o saco for de papel, para o poder colocar no ecoponto azul certifique-se de que não está com gordura e humidade.

Aposte também no reaproveitamento de embalagens. Se tem por hábito encomendar refeições, experimente utilizar as suas próprias caixas e os seus sacos de transporte. Assim, estará a poupar recursos e o planeta.