Nova app Heróis da Fruta leva crianças numa caça ao tesouro por uma vida mais saudável

04/03/2022

O Dia Mundial da Obesidade, assinalado hoje, 4 de março, serve de pano de fundo ao lançamento da aplicação Heróis da Fruta. Desenvolvida pela Associação Portuguesa Contra a Obesidade Infantil (APCOI), em parceria com os estúdios OnTop, a app tem como principal propósito desafiar as famílias a sair do sofá e a construírem, juntas, um estilo de vida mais saudável.

A nova plataforma traduz-se num jogo gratuito com base em realidade aumentada e que vai buscar inspiração ao projeto educativo e à série de animação com o mesmo nome (cujos personagens contavam com as vozes dos atores Jessica Athayde e Diogo Amaral).

Segundo é explicado em comunicado, trata-se de uma caça ao tesouro dos tempos modernos, semelhante a Pokémon Go. Ou seja, a ideia é que os utilizadores tenham de se movimentar e caminhar ao ar livre, de telemóvel na mão, em busca dos 500 baús espalhados pelas ruas de Portugal - tanto em mupis como em cartazes em mais de 100 municípios parceiros.

Cada baú contém uma saqueta de cartas, que apenas é revelada quando lhe é apontada a câmara do smartphone. Os jogadores deverão colecionar as cartas e participar em missões, ao mesmo tempo que aprendem mais sobre alimentação saudável.

"Todos os jogadores que ficarem entre os 100 primeiros lugares no ranking nacional de pontuação ganham bilhetes para o cinema", adianta ainda a APCOI, revelando que há também outros prémios como vouchers para parques temáticos, zoológicos ou aquários. O jogador que ficar em primeiro lugar terá direito à visita dos personagens Heróis da Fruta à sua escola.

A app Hérois da Fruta, já disponível para iOS e Android, foi desenvolvida com financiamento da Novo Nordisk Portugal e com o apoio internacional da Associação Europeia para o Estudo da Obesidade (EASO) e da Coligação Europeia de Pacientes com Obesidade (ECPO).

Mário Silva, presidente da APCOI, considera que era fundamental dar o salto e «conseguir montar um projeto diferenciador e capaz de envolver ao mesmo tempo crianças e respetivas famílias numa maior consciencialização da sociedade para a obesidade infantil». A app nasce desta vontade, a que se junta a ambição de promover a prevenção da doença, que atualmente afeta uma em cada três crianças.

«Brincar e colecionar é inerente a todos nós. Faz-nos sentir felizes. E se o fizermos com amigos ou família ao mesmo tempo que descobrimos deliciosas curiosidades sobre uma alimentação saudável, ainda melhor!», acrescenta Nuno Folhadela, CEO da OnTop, explicando que foi essa a estratégia implementada.