Um chá das 5 no Palácio como uma verdadeira rainha

09/05/2022

Sinta-se como D. Maria, quando pela primeira vez foi recebida no palácio. Ou como D. Catarina de Bragança. Ou como D. Carlota Joaquina de Bourbón. O Tivoli Palácio de Seteais, em Sintra, oferece diariamente um Chá das Rainhas. Sempre às 17h00 e agora com a mão da nova chef pasteleira.

São três as monarcas portuguesas que inspiram o chá das 5 do Palácio de Seteais: D. Maria, D. Catarina de Bragança e D. Carlota Joaquina de Boubón. Cada uma delas dá nome a um menu do Chá das Rainhas, que é servido diariamente neste hotel de Sintra, e que agora leva a assinatura da chef pasteleira Cíntia Koerper.

"Para o Chá das Rainhas mantivemos o seu conceito original, acrescentando alguns elementos diferenciadores, sobretudo ao nível da pastelaria, a cada um dos três menus e ao mesmo tempo respeitando a tradição de quem procura encontrar os sabores de sempre, mas com um toque especial", diz a nova nova responsável da pastelaria do hotel, citada em comunicado. Cíntia Koerper olhou para o que já era praticado em Seteais e deu-lhe o seu toque, inspirada no gosto pelas infusões aromáticas das três rainhas.

As novas propostas do Chá das Rainhas incluem scones, agora preparados com passas embebidas em rum, seguindo a receita tradicional inglesa, e servidos com manteiga, compota caseira e crème fraîche. As sandwiches têm agora uma confeção mais elaborada de três sabores à escolha. A pastelaria tradicional portuguesa, nomeadamente a de Sintra, com destaque para os travesseiros, queijadas e pastéis de nata, continua na carta. Mas foram adicionadas outras especialidades, como as tarteletes de maçã reineta de Sintra, as madeleines de baunilha ou o financier de amêndoa.

A chef quer manter a essência da pastelaria de Seteais, sobretudo a qualidade. "Mais ainda porque não prescindimos de utilizar produtos de época nas nossas receitas, o que confere uma singularidade ao sabor e textura, próprios de uma confeção pensada ao detalhe, que acompanha a história e o património característicos deste espaço", diz Cíntia Koerper, mulher de Joaquim Koerper, o premiado chef alemão do Eleven, em Lisboa, que, no final do ano passado se tornou também chef consultor de Seteais.

Os três menus à escolha

O verde da paisagem de Sintra e a atmosfera romântica do Palácio, construído no século XVIII para o cônsul holandês Daniel Gildemeester, acompanham na perfeição qualquer um dos menus de Chá das Rainhas. O primeiro, em honra de D. Maria I, celebra a primeira vez que esta foi recebida no Palácio, em setembro de 1787, ocasião em que o camarista serviu o chá, segundo a cerimónia da época, com os dois joelhos assentes no chão. Esta carta é composta por três peças de pastelaria e um chá Jasmin Queen e custa 18 euros por pessoa.

O menu dedicado a D. Catarina de Bragrança custa 22 euros por pessoa e inclui o Imperial Lapsang Souchong, o chá preferido da rainha, e uma combinação de scones com manteiga e compotas, finger sandwiches e uma seleção de pastelaria.

Finalmente, o Chá das Rainhas dedicado a D. Carlota Joaquina de Bourbón, requer reserva com 24 horas de antecedência e custa 34 euros por pessoa. Inclui uma fusão de sabores de pastelaria com assinatura especial da chef, scones com manteiga, compotas caseiras e crème fraîche, finger sandwiches e a tradicional pastelaria de Sintra. Acompanha, ainda, um flute de champanhe e o aromático French Earl Grey.