Pingo Doce apadrinha “Pingo” no Jardim Zoológico

04/06/2022

O Pingo Doce, através do seu programa Amar o Mar e no âmbito do patrocínio ao Jardim Zoológico, vai apadrinhar o "Pingo", um dos Pinguins-do-cabo que habitam no parque. Para assinalar o momento, o Pingo Doce vai promover, no Dia Mundial do Ambiente, que se comemora a 5 de junho, um conjunto de atividades e dinâmicas dedicadas às crianças e famílias, para dar a conhecer melhor esta ave marinha e sensibilizar para a importância da preservação do oceano, mares, rios e toda a sua biodiversidade.

O Pinguim-do-cabo, originário de África do Sul, está classificado como espécie "em perigo", segundo a União Internacional para a Conservação da Natureza (IUCN). As alterações climáticas e a drástica diminuição dos stocks de peixe devido à pesca excessiva e a poluição do habitat, sobretudo por derrames de petróleo, são as principais ameaças à conservação desta espécie. Sendo o grande foco do programa Amar o Mar do Pingo Doce sensibilizar e alertar para a necessidade da preservação do oceano, mares rios e toda a biodiversidade que neles habita, a insígnia portuguesa associa-se, assim, ao Jardim Zoológico, para apoiar a sua missão de recuperação do Pinguim-do-cabo, levada a cabo desde 2017, em parceria com a SANCCOB, Fundação Sul Africana para a Conservação de Aves Costeiras.

Filipa Pimentel, Diretora de Desenvolvimento Sustentável e Impacto Local do Pingo Doce, explica que "a missão do Jardim Zoológico de recuperar e conservar as espécies consideradas em perigo está totalmente em linha com os valores do Pingo Doce e, em particular, do programa Amar o Mar, pelo que é com muito gosto que nos associamos ao Zoo com o apadrinhamento do 'Pingo', dando assim o nosso contributo para procurar reverter o acentuado declínio da população de pinguins-do-cabo e salvaguardar a preservação desta espécie".

Inês Carvalho, Responsável de Marketing do Zoo, explica que "este apoio permite reforçar a nossa posição na conservação desta carismática ave sul-africana, diretamente no habitat natural e no próprio Zoo, junto dos visitantes. É fulcral salientar que este não tem sido um caminho percorrido individualmente e por isso não podíamos estar mais satisfeitos com o apoio, reconhecimento e apadrinhamento do Pingo, que nos permite levar a cabo a nossa missão de conservação".

No próximo domingo, dia 5 de junho, o Pingo Doce convida, então, as famílias a visitarem o Jardim Zoológico, para conhecerem o "Pingo" e os restantes habitantes do parque. Entre as 10 e as 17 horas, os mais novos serão desafiados a participar em diversas atividades lúdicas e pedagógicas, relacionadas com o pinguim-do-cabo e com o programa Amar o Mar e coordenadas por um educador. A aprendizagem e a diversão estão garantidas, com uma "Roda da Sorte" ambulante e ofertas surpresa para as crianças.